terça-feira, 28 de julho de 2015

Terço do amor


Terço com as invocações pedidas por Jesus à irmã Consolata Betrone, em Turim, Itália.

No início, reza-se: Pai-Nosso, Ave-Maria, Credo. 

Na contas do Pai-Nosso: "Doce Coração de Jesus, sede meu amor! Doce Coração de Maria, sede minha salvação!" 

Nas contas da Ave-Maria: "Jesus e Maria, eu Vos amo. Salvai as almas!" 

No final, rezar 3 vezes: "Sagrado Coração de Jesus, fazei que eu Vos ame cada vez mais."


domingo, 26 de julho de 2015

Oração para depois da Comunhão

(feita por São Tomás de Aquino)

“Obrigado, Pai Santo, Deus eterno e Todo poderoso, porque sem merecimento nenhum de minha parte, mas somente por efeito de vossa misericórdia, vos dignastes saciar a mim pecador(a) e vosso(a) indigno(a) servo(a), com o Sagrado Corpo e Precioso Sangue de vosso Filho, Nosso Senhor Jesus Cristo. Peço que esta Santa Comunhão não me seja causa de juízo nem condenação, mas salutar garantia de perdão. Seja ela para mim como armadura de fé e escudo de boa vontade e libertação de meus vícios e extermínio da concupiscência e paixões, aumento da fé, caridade, paciência, humildade, obediência e todas as virtudes, defesa eficaz contra as ciladas dos inimigos tanto visíveis como invisíveis, pacifique inteiramente meus movimentos, tanto carnais e como espirituais. Uni-me perfeitamente a Vós, Deus único e verdadeiro, feliz consumação de meu destino. Peço-vos para conduzir a mim pecador(a) aquele inefável convívio onde Vós, com o vosso Filho e o Espírito Santo, sois para os vossos Santos a luz verdadeira, plena saciedade, eterna alegria, ventura completa e felicidade perfeita. Pelo mesmo Jesus Cristo, Nosso Senhor. Amém.”

Oração para antes da Comunhão

(feita por São Tomás de Aquino)

“Deus onipotente e eterno, eis que me aproximo do Sacramento do vosso Filho Unigênito, Nosso Senhor Jesus Cristo. Eu me aproximo como um(a) doente ao Médico da vida, um(a) impuro(a) à fonte da misericórdia, um(a) cego(a) à luz da eterna claridade, um(a) pobre e miserável ao Senhor do Céu e da Terra. Imploro, pois, a abundância da vossa imensa bondade, para que queirais curar minha fraqueza, lavar minhas manchas, iluminar minha cegueira, enriquecer minha pobreza e cobrir minha nudez. Que eu receba o Pão dos Anjos, o Rei dos Reis e o Senhor dos senhores com muita reverência e humildade, pureza e fé necessárias para a salvação de minha alma. Peço para receber, não só o Sacramento do Corpo e Sangue do Senhor, mas também seu efeito e sua força. Oh Deus de bondade, fazei que eu receba o Corpo que vosso Filho Unigênito e Nosso Senhor Jesus Cristo, recebeu da Virgem Maria, de modo que eu seja incorporado(a) ao seu Corpo Místico e contado entre seus membros. Pai amorosíssimo, concedei-me contemplar agora e eternamente vosso Filho amado que agora pretendo receber oculto nos véus da Eucaristia. Amém.”

segunda-feira, 20 de julho de 2015

História da devoção das Santas Chagas de Jesus

Jesus apareceu muitas vezes para a Venerável Irmã Maria Marta Chambon (1841–1907) em Chamberry, França, a partir do ano de 1863. Essas aparições foram aprovadas pela Igreja Católica pelos muitos sinais e milagres. Muitas pessoas alcançaram grandes graças em todo o mundo com a devoção das Santas Chagas de Jesus. A devoção pode ser feita com orações de nossas próprias palavras ou outras meditando Paixão de Jesus, no Crucifixo e no Terço das Santas Chagas pedido por Jesus. Ele disse: 

“Concederei tudo o que me pedirem pela invocação das minhas Sagradas Chagas. As almas que rezam com humildade e meditam a minha Paixão terão uma participação na glória das minhas Divinas Chagas. Quanto mais contemplam minhas Chagas dolorosas na Terra, mais as contemplarão gloriosas no Céu. Eu faço como um mendigo, um pobre. Chamo os meus filhos um por um. Olho-os com paciência quando vêm a mim. Eu os espero! Venha à Chaga do meu Divino lado. É a Chaga do amor ardente. É a fonte onde todos devem beber. Venha ao meu Coração e deixará de ter medo. Ponha aqui a sua mão para buscar meus tesouros. A medida está cheia. Não posso conter mais. Tenho tanto desejo de dar. Eu preciso do seu coração para me desagravar e me fazer companhia. Eu te ensinarei a amar, pois ainda não sabe. Deus dá a ciência do amor para a alma que olha para o Crucificado e lhe fala de coração a Coração. As almas que tiverem contemplado e honrado a minha coroa de espinhos nesta vida serão a minha coroa de glória no Céu. Arranque os espinhos de minha Cabeça oferecendo ao meu Pai o mérito das minhas Chagas pelos pecadores. Vá em busca de almas. E preciso espalhar esta devoção. Obterão tudo, porque o mérito do meu Sangue tem um preço infinito. Minha filha, abisma as tuas ações nas minhas Chagas e elas valerão alguma coisa. Todas as vossas ações, ainda as mais pequenas, banhadas no meu Sangue, adquirirão, por isso só, um mérito infinito e contentarão o meu Coração! Oferecendo-as pela conversão dos pecadores, ainda que eles se não convertam, tereis diante de Deus o mesmo mérito como se eles se tivessem convertido. Quando tiverdes algum desgosto, algum sofrimento, recorrei depressa às minhas Santas Chagas e tudo se suavizará. Convém repetir muitas vezes junto dos doentes esta aspiração: ‘Meu Jesus, perdão e misericórdia, pelos méritos das vossas Sagradas Chagas!’ Esta oração aliviará a alma e o corpo. As Santas Chagas salvam o mundo e asseguram uma boa morte.”

Terço das Santas Chagas de Jesus

No início: Rezar 1 Pai nosso, 1 Ave Maria e o Creio.

No lugar do Pai nosso: “Pai Eterno, eu vos ofereço as Santas Chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo, para curar as das nossas almas.” 

No lugar da Ave Maria: “Meu Jesus, perdão e misericórdia, pelos méritos das vossas Santas Chagas.” 

No lugar do glória: “Minha Mãe Santíssima, imprimi em meu coração as Chagas de Jesus Crucificado.” 

No final rezar três vezes: “Pai Eterno, eu vos ofereço as Santas Chagas de Nosso Senhor Jesus Cristo, para curar as das nossas almas.”

segunda-feira, 13 de julho de 2015

Oração a Nossa Senhora do Carmo

"Bendita e Imaculada Virgem Maria, beleza e glória do Carmelo, Vós que tratais com bondade inteiramente especial aqueles que se vestem do vosso amadíssimo Hábito, volvei sobre mim também um olhar propício e cobri-me com o manto da vossa maternal proteção. Pelo vosso poder fortificai a minha fraqueza. Pela vossa sabedoria esclarecei as trevas do meu espírito. Aumentai em mim a fé, a esperança e a caridade. Ornai a minha alma com as virtudes que me faça agradável ao vosso Divino Filho e a Vós. Assisti-me durante a vida, consolai-me na morte pela vossa amável presença à Santíssima Trindade, como vosso Filho dedicado para Vos louvar e bendizer eternamente no paraíso. Amém."